Peregrinação dos Sete Santos padroeiros de Marraquexe

Zaouia de Abdullah al Ghazwani em Marraquexe
Zaouia de Abdullah al Ghazwani em Marraquexe

Marraquexe tem sete santos padroeiros que funcionam como que guardiões espirituais de milhares de crentes e peregrinos.

Através da história, Marraquexe ganhou a fama devido aos seus sete famosos santos, um para cada dia da semana.

Espalhados dentro da antiga medina de Marraquexe existem este edifícios sagrados onde estes santos estão enterrados.

Habitualmente estes locais estão fechados a não-Muçulmano, mas, às vezes pode arranjar maneira de conseguir entrar discretamente, não se exponha, e se pagar uma pequena recompensa ao guardião. Tire os seus sapatos antes de entrar.

Estes edifícios chamados de zaouias fazem parte do itinerário de peregrinação chamado de ziara, criado pelo Sultão Moulay Ismail no século XVIII, e que tornou a peregrinação espiritual oficial de Marraquexe.

Entrada da Zaouia de Sidi Bel Abbès em Marraquexe
Entrada da Zaouia de Sidi Bel Abbès em Marraquexe

Durante a ziara os peregrinos visitam os túmulos dos sete santos protectores e meditam cada dia num dos mausoléus aonde existem os túmulos dos santos.

Após todos estes anos é muito interessante como centenas de pessoas ainda fazem o circuito zaouia de Marraquexe, visitando e rezando em vários edifícios. Marraquexe está de facto cheio de pequenas surpresas?

Os Santos de Marraquexe

  • Segunda-feira: Sidi es Soheili
  • Terça-feira: Sidi Youssef Ben Ali
  • Quarta-feira: Qadi Ayad
  • Quinta-feira: Sidi Bel Abbes
  • Sexta-feira: Sidi Ben Slimane el Jazouli
  • Sábado: Sidi Abd el Aziz
  • Domingo: Moul el Ksou

Algum Vocabulário Espiritual

  • Ziara: Peregrinação instituída aos 7 santos patronos de Marrakech;
  • Zaouia: Mausoléu de um santo ou alguém espiritualmente importante;
  • Salat: oração muçulmana a ser feita 5 vezes ao dia.

Zaouias em Marraquexe:

Zaouia de Sidi Youssef Ben Ali

Zaouia de Sidi Youssef Ben Ali: Este isolado mausoléu do rei almorávida e fundador da cidade de Marraquexe está situado das muralhas da cidade antiga. Sidi Youssef Ben Ali é também o santo padroeiro dos mendigos e pedintes.

Zaouia de Qadi Ayad

Zaouia de Qadi Ayad: À esquerda da mesquita de maneira não intrusiva e pintado de vermelho está o túmulo de Qadi Ayad. Este fora um juíz almorávida do século XII e que foi santificado pela neutralidade nas suas decisões jurídicas, tornando-se assim um dos santos padroeiros da cidade de Marraquexe.

Zaouia de Moul El Ksour

Zaouia de Moul El Ksour: Uma grande e silenciosa esplanada em frente de um santuário de um dos sete santos padroeiros da cidade, o Sidi el Ghezouani que viveu no século XVI. Os que procuram boa fortuna vêm aqui à procura de sorte.

Zaouia de Abdullah al Ghazwani

Zaouia de Abdullah al Ghazwani em Marraquexe
Zaouia de Abdullah al Ghazwani em Marraquexe

Zaouia de Abdullah al Ghazwani: Este bonito mausoléu é muito fotogénico. Apesar de não muçulmanos não poderem entrar nas zaouias dos santos de Marraquexe, vale sempre a pena apreciar por fora, olhar pela porta a dentro e imaginar como seria por dentro. As janelas circundantes servem de cenário perfeito para uma fotografia pessoal.

Zaouia de Sidi Abdel Aziz

Zaouia de Sidi Abdel Aziz
Zaouia de Sidi Abdel Aziz

Zaouia de Sidi Abdel Aziz: Por detrás das correntes a guardarem a entrada deste colorido mausoléu é o local onde descansa o santo Sidi Abdel Aziz do século XVI. O seu nome é invocado aquando de doenças de pele ou de estômago. Os diversos cadeados presos nas grades reflectem os pedidos e promessas dos peregrinos.

Info: Entrada interdita a não muçulmanos.

Zaouia de Sidi Bel Abbès

Zaouida Sidi Bel Abbes

Zaouia de Sidi Bel Abbès: Larga praça e complexo de peregrinação rodeada por uma mesquita, uma madrassa, um cemitério e um santuário, o mausoléu de Sidi Bel Abbès. Este é o santo padroeiro dos cegos, e é o mais venerado de todos os sete santos de Marraquexe. Esta zaouia é um lugar muito importante para a cultura local. Há vários guias que se oferecem para fazer uma visita guiada ao complexo, mas não se esqueça que é um serviço pago (de 20 a 50 dirhams).

Zaouia de Sidi ben Slimane el Jazouli

Zaouia de Sidi ben Slimane el Jazouli: A fonte bem decorada com azulejos por debaixo do telhado de madeira de cedro trabalhado representa a entrada deste mausoléu. Este local de culto, de um santo do século XIV que é venerado pela sua vitória de uma guerra santa (jihad) contra os portugueses. Bem-vindos à última morada de Sidi ben Slimane el Jazouli.

Info: Entrada interdita a não muçulmanos.

Video da cerimonia no túmulo de Qadi Iyad Parte 1:

Video fantástico que mostra uma cerimonia religiosa dentro do túmulo de Wali Qadi Ayad que morreu à cerca de 900 anos. ele nasceu em Gibraltar em 1083 e morreu em 1149.

Video da Cerimonia no túmulo de Qadi Iyad Parte 2:

Este santo foi o grande imam de Ceuta depois um juiz supremo em Granada. Ele foi um dos mais famosos estudiosos da lei de Maliki. ele foi o escritor do famoso livro religioso Kitab Ash-shifa dos Muçulmanos.