Bairros

Hivernage e La Ménara

Hivernage começou por ser um bairro de retiro para diplomatas e oficiais governamentais, e cujas vivendas (villas) estão gradualmente a desaparece para dar lugar a hotéis e casas para os mais ricos. Excêntricas limusines passam ao mesmo tempo que o som do chamamento do Muezzin chama os crentes para a mesquita. Nada perturba a paz […]

Bab Doukkala e Gueliz

A multidão de pessoas é sem dúvida o elemento mais marcante da Bab Doukkala. Junto à estação de autocarros (ônibus), milhares de pessoas e viajantes temporários a acotovelarem-se uns aos outros para tentarem passar entre uma confusão de motas, carroças de mercadoria, motas, táxis e burros de carga. O vibrante barulho dos motores dos inúmeros […]

Kasbah e Bairro Judeu

Um palácio real, uma mesquita e os túmulos da dinastia saadiana deram o nome de “Citadela Real” ao bairro da Kaskah. Burros com carga, bicicletas, multidões e imensas crianças a brincarem nas ruas, fazem das ruas da Kasbah um local interessante para visitar. Perca-se nas várias ruelas com lojas a vender hortelã e antiguidades, até […]

Ben Youssef, Sidi Bel Abbès e Debbaghine

Ben Youssef foi o centro espiritual, intelectual e religioso da cidade de Marraquexe durante séculos e ainda persiste em manter a sua presença nas suas mesquitas, madrassa, e no Museu de Marraquexe. A Norte, até Sidi Ben Abbès, os bairros são pobres mas coloridos e totalmente fora da rota turística. Fontes escondidas, foundouks antigos convertridos […]

Souks de Marraquexe

Desde a famosa Praça Jemaa el-Fna até à Madrassa Ben Youssef, cobertos por toldos de canas, há um incrível labirinto caótico de mercados. Um autêntico despertar dos sentidos, os souks de Marraquexe ainda hoje se mantêm autênticos e merecem uma visita demorada para explorar uma das zonas mais carismáticas da cidade antiga. Ainda hoje podemos […]

Jemaa el-Fna e ruas Zitoun

Como que eternamente observada pela Koutoubia, a famosa Praça Jemaa el-Fna é o coração de Marraquexe – a cidade vermelha. Aqui entendemos a sua importância histórica e comercial. Aqui entendemos que estamos realmente em África. Exploramos a praça através do fumo das bancas de chá e dos grelhadores das dezenas de restaurante de rua, a […]