Ben Youssef, Sidi Bel Abbès e Debbaghine

Ben Youssef foi o centro espiritual, intelectual e religioso da cidade de Marraquexe durante séculos e ainda persiste em manter a sua presença nas suas mesquitas, madrassa, e no Museu de Marraquexe.

A Norte, até Sidi Ben Abbès, os bairros são pobres mas coloridos e totalmente fora da rota turística. Fontes escondidas, foundouks antigos convertridos em ateliers de artesãos, pequenas ruelas picturescas, e becos sem saída exóticos. Este é o dia-a-dia da Medina de Marraquexe longe da euforia da Praça Jemaa el-Fna.

Mais para Oeste, as ruas começam a ser mais movimentadas e o cheiro caracteristico de Debbaghine começa a fazer-se sentir, já que é o bairro dos curtumes de Marraquexe.

Top 7 a não perder:

  1. Zaouia de Sidi Bel Abbès
  2. Madrassa Ben Youssef
  3. Fonte Chrob ou Chouf
  4. Terraço do Restaurante Jad Jamal
  5. Museu de Marraquexe
  6. Curtumes da Bab Debagh
  7. Zaouia de Sidi Abdel Aziz

Restaurantes:

  • Chez Mustapha: Gargote nº298 / Souk Talaa. Todos os dias das 11h às 16h.
  • Jad Jamal: Place Ben Youssef. Todos os dias das 10h às 22h. Vista panorâmica do terraço.
  • Dar Moha: 81 Rue Dar el Bacha. Terça a Domingo das 12h às 14:30 e das 20h à meia-noite.
  • Dar Fez: 8 Rue Boussouni / El Gza. Todos os dias das 20h à meia-noite.
  • El Yacout: 79 Rue Sidi Ahmed Soussi. Terça a Domingo das 20h à meia-noite.

Cafés e Casas de Chá:

  • Jad Jamal: Place Ben Youssef. Todos os dias das 10h às 22h.
  • Café do Museu de Marraquexe: Place Ben Youssef. Todos os dias das 9h às 18h.

Hammam:

  • Hammam Eddahab: Derb Zaouiat Lakhdar. Todos os dias – Homens das 5h ao meio-dia; Mulheres do meio-dia às 20h. Num local tranquilo com uma cúpula com pequenos vidros que deixam passar alguma luz, este hammam tem um quarto frio, um quarto morno e ainda um quarto quente. Toalha, sabão e luva de gomagem são fornecidos. Leve chinelos de plástico. Preço 6 DH. Massagem 30DH.

Atracções e Monumentos:

Qoubba Almorávida

Qubba Almorávida: Este raro edifício Almorávida do século XII foi mandado construir pelo sultão Ali ben Youssef de Marrocos em 1106. Você pode visitar o complexo e ver um tanque de lavagem para as rezas com uma cúpula superior impressionante, e também visitar uma pequena cisterna. Está decorada com oito estalactites finamente ornamentadas com motivos de conchas.

Info: Place ben Youssef. Todos os dias das 9h às 17h.

Mesquita ben Youssef

Mesquita Ben Youssef: Esta é a mesquita antiga na qual a medina foi toda planeada. Por isso se pensarmos, a medina de Marraquexe começou a crescer a partir daqui. Construída no século XII por Ali ben Youssef em honra do santo Sidi Youssef ben Ali, foi completamente renovada no século XVI por Moulay Slimane. Nessa altura ganhou um minarete de 39.6 metros de altura que olha sob os seus bonitos telhados de telha verde.

Info: Place ben Youssef. Entrada interdita a não muçulmanos.

Madrassa ben Youssef

Madrassa ben Youssef: Um dos lugares mais especiais para visitar em Marraquexe. Esta obra de arte da arquitectura árabe-andaluza integra uma universidade corânica mandada construir pelo Sultão Moulay Abdellah al Ghalib no ano de 1565. No centro do pátio há uma pequena fonte com água feita com mármore italiano de Carrarra. A zona dos quartos de reza estão espectacularmente decorados com azulejos, estuque esculpido, e lintéis de madeira de cedro ornamentados. Os 130 quartos dos estudantes podem ser visitados e temos assim uma visão directa do que seria viver e estudas aqui, um estilo de vida monástico e dedicação à religião.

Info: Place ben Youssef. Todos os dias das 9h às 18h.

Museu de Marraquexe

Museu de Marraquexe: Completamente renovado e restaurado para posteriormente ser a morada do mais famoso museu da cidade, o Palácio Mnebhi construído no século XIX é uma paragem obrigatória. Decorado com azulejos, com um magnifico pátio e várias salas de exposição com cerâmicas, caligrafias, instrumentos musicais, jóias e roupas tradicionais marroquinas. Vários quartos dedicados a exposições de arte temporárias com artistas de Marrocos e outros países do mundo.

Info: Place ben Youssef. Todos os dias das 9h às 18:30.

Dar Bellarj

Dar Bellarj: Este local é conhecido como a Casa das Cegonhas, e é uma grande casa familiar que foi mais tarde transformada para servir de hospital para cegonhas. Em 1999 foi meticulosamente restaurada pela Fundação Dar Bellarj da Cultura Marroquina. Hoje em dia serve de sala de exposições artísticas, mostrando pinturas, esculturas, bordados e até mostras de dança contemporânea ou leituras de poesia.

Info: 9 Rue Toualat Zaouiat Lakhdar. Todos os dias das 9h às 13h e das 14:30 às 18:30.

Zaouia de Sidi Abdel Aziz

Zaouia de Sidi Abdel Aziz: Por detrás das correntes a guardarem a entrada deste colorido mausoléu é o local onde descansa o santo Sidi Abdel Aziz do século XVI. O seu nome é invocado aquando de doenças de pele ou de estômago. Os diversos cadeados presos nas grades reflectem os pedidos e promessas dos peregrinos.

Info: Entrada interdita a não muçulmanos.

Fonte Chrob ou Chouf

Fonte Chrob ou Chouf: Por debaixo de um tecto de madeira de cedro, a inscrição “Bebe e Admira” ornamentada em caligrafia cúfica esconde um dos raros exemplos da arquitectura do século XVI na medina de Marraquexe. Manda construir durante o reinado de Ahmed el Mansour, muita gente argumenta que esta será a fonte de água pública mais bonita da cidade. Em tempos antigos, seguindo a cultura muçulmana que pessoas com sede devem ser dadas de beber, esta fonte marcou moradores e transeuntes durante séculos.

Info: Rue Assoueul.

Ler mais: Fonte Chrob ou Chouf

Zaouia de Sidi Bel Abbès

Zaouia de Sidi Bel Abbès: Larga praça e complexo de peregrinação rodeada por uma mesquita, uma madrassa, um cemitério e um santuário, o mausoléu de Sidi Bel Abbès. Este é o santo padroeiro dos cegos, e é o mais venerado de todos os sete santos de Marraquexe. Esta zaouia é um lugar muito importante para a cultura local. Há vários guias que se oferecem para fazer uma visita guiada ao complexo, mas não se esqueça que é um serviço pago (de 20 a 50 dirhams).

Zaouia de Sidi ben SLimane el Jazouli

Zaouia de Sidi ben Slimane el Jazouli: A fonte bem decorada com azulejos por debaixo do telhado de madeira de cedro trabalhado representa a entrada deste mausoléu. Este local de culto, de um santo do século XIV que é venerado pela sua vitória de uma guerra santa (jihad) contra os portugueses. Bem-vindos à última morada de Sidi ben Slimane el Jazouli.

Info: Entrada interdita a não muçulmanos.

Debbaghine / Bairro dos Curtumes

Debbaghine: De qualquer um dos terraços das casas em volta dos curtumes, podemos apreciar uma vista panorâmica dos diversos buracos cheios de lima, fezes de pombo são misturados com mais alguns elementos para o processo do curtume do cabedal poder ter efeito. Por entre um cheiro quase insuportável, os trabalhadores processam este tipo de produto, com as diversas peles nos tanques, removendo os pêlos dos animais antes de começarem a tratar a pele propriamente dita para poderem ser secas ao Sol. Local a não perder. Aceite a proposta de levar um guia para lhe explicar como funciona este local.

Dicas:

  1. Bilhete combinado: Existe um bilhete mais barato que junta o Museu Marrakech, a Madrassa Ben Youssef e a Qubba Almorávida. O preço deste bilhete é 60 Dirhams (só o bilhete para o museu Marraquexe custa 30 Dirhams). Todos os monumentos são perto uns dos outros.
  2. Pague um guia: Vários locais merecem que pague um guia para ter uma explicação concisa do local que visita. É o caso dos curtumes da Bab Debbagh e da Zaouida de Sidi Bel Abbès.
  3. Não seja rude ou antipático: Mais do que em qualquer lado, os marroquinos não reagem muito bem a pessoas antipáticas. Seja simpático e as pessoas serão também elas simpáticas para sim. Nunca seja agressivo.
  4. Deixe-se perder: Não se preocupe que há sempre um caminho de volta. Estar perdido não quer dizer que já não conseguirá voltar a um lugar conhecido. Perca-se, explore, e quando acabar dirija-se a uma loja tipo supermercado ou loja de artesanato e pergunte direcções para a Praça Jemaa el-Fna.
Posted on: janeiro 10, 2019Marraquexe.Net